C4 Pedro actua no Festival Meo Sudoeste no dia 09 de Agosto e fala da sua carreia em 2018

O músico angolano “C4 Pedro”, que, no dia 09 de Agosto, vai cantar no palco principal do MEO Sudoeste, falou dos momentos altos da sua carreira durante os primeiros meses de 2018, bem como dos temas que levará para o festival MEO Sudoeste, em entrevista cedida ao site Blitz.
“É um balanço muito positivo porque consegui tocar, em termos musicais, em vários públicos. Consegui, finalmente, sair da minha zona de conforto, entrei para as baladas, juntei-me com músicos internacionais, com os quais eu nunca sonhei poder “casar” musicalmente. Fora isso, entrei no mundo do cinema, da representação, da direcção artística e cinematográfica. Hoje, já sou um guionista, imagine! Independentemente da minha agenda, que não é uma agenda fácil, ainda consegui correr atrás de outros objectivos, outros sonhos”, disse C4.
Sobre a possibilidade de lançar um álbum ou música nova, o angolano, distinguido no território nacional e internacional, destacou que, neste momento, a composição que está a fazer sucesso é o tema ʽViva La Vida Loucaʼ, acrescentando que a maior parte dos seus fãs e o público em geral tem uma pitadazinha de loucura, pois a forma como a música está a ser recebida só prova que as pessoas têm uma inclinação para a loucura, principalmente no Verão, época em que as pessoas têm tendência de exagerar um bocadinho nas festas, na diversão e no amor.
“Essa música veio mesmo a calhar e está a resultar muito bem. Estou muito mais focado neste single do que num álbum propriamente dito. Os fãs vão cobrando um álbum de C4 Pedro, mas hoje, os meus fãs cresceram consideravelmente. Então, preciso de saber exactamente o que fazer para colocar num álbum, perceber em que estação do ano é que o álbum vai sair para saber que estilos abordar. É aí que eu estou” destacou.
Questionado sobre o que tem planeado para o MEO Sudoeste, King CKWA frisou que, primeiro, vai cantar ʽViva La Vida Loucaʼ , um tema que funciona muito bem em espectáculos, pois pessoas abraçam essa música como se fosse um ʽhitʼ do Verão passado, o que, para ele, é muito bom.
“Tive essa sensação com músicas como ʽBo Tem Melʼ, ʽVamos Ficar Por Aquiʼ e ʽÉ Melhor Não Duvidar”. São músicas que começaram assim desta forma. Eu vou abrir o festival no dia 9, e, quando abres um festival com Jason Derulo, Wizkid e com Hardwel, um artista como eu, um “fiesta man”, vai encaixar bem, não vai ser de tretas. Estamos a preparar uma produção digna do festival. Não se vão arrepender”.
Fonte: Platina Line

Enviar um comentário

0 Comentários